terça-feira, 28 de setembro de 2010

Como alimentar quem tem fome de saber?

Eu andava pensando em quanta energia gasto, antes e durante as aulas, com os alunos-problema, com aqueles que diminuem o ritmo do ensino, atrapalham os colegas, incomodam por sabe-se lá que motivos que inventam a toda hora, ou também pelos que têm motivo para incomodar, mas que, diferente dos que lidam melhor com suas vidas, resolvem descontar na escola. Eu fico pensando em como gastar tempo e energia com aqueles alunos que realmente querem estudar. Como dar foco, também, para estes. Sempre que converso com algum professor, de qualquer área, constato como essa preocupação é geral e como ninguém parece ter uma boa resposta...

2 comentários:

disse...

éééé, eu gostaria de ter uma boa resposta...

Tigre disse...

Alguém comentando no blog de novo! Valeu!