sexta-feira, 25 de março de 2011

Eis que de repente tenho herdeiros, ainda que não tenha posses

"O Sr. tá pegando a Sora Tal, né, Sor?"

Grosseiro, porém sincero, o aluno não estava tentando puramente comprovar suas opiniões sobre o mundo, experimentando construtivamente o conhecimento prévio pelo acesso à figura do professor... O que ele queria saber era, mais precisamente, as consequências para ele desse suposto fato.

Explico: a dita professora é adotada como mãe por um número bastante grande de alunos, e este que assim me abordava no meio da aula (lá na frente, mas sendo escutado por 1/5 da turma no máximo, naquela situação) era um de seus filhos "mais velhos", ou seja, que há mais tempo se auto-adotara como filho dela (além disso, o aluno já está numa adolescência bem avançada). Ou seja, eu "pegar" a dita professora faria dele (e de muitos outros) meu filho. Eis aí a questão a ser posta, daí sua interpelação.

Agora, por que eu estaria "pegando" a professora...? Porque temos trabalhado bastante em dupla (regozijai-vos, pedagogos da interdisciplinariedade - ela é professora de História). Conforme os alunos, os professores andam sempre em duplas. Como, por diversos motivos, ela fez dupla comigo muitas vezes em trabalhos e funções recentes, além de sermos muito amigos (e ela ser responsável pela biblioteca no turno inverso), só podemos ser um casal.

Por muito menos, sou considerado irmão da estagiária da escola (curiosamente, estudante de História), então, pelo menos, as conclusões errôneas e apressadas a respeito da minha relação com aquela professora indicam algum avanço lógico. Sonho que, até o Ensino Médio, continuem avançando na Lógica, mas muito!

4 comentários:

Lastannë disse...

Por um segundo, quando vi o título do post lá no meu painel, pensei "wtf?!?!!? O que a Carla não me contou ainda?!"

Rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

Tigre disse...

Hahaha. Não não, q isso? rs

O Matuto disse...

ahahaha, assim como o primeiro comentário,
eu até boa parte do texto achava que..."ihh deu merda"...

carla m. disse...

Não precisa se preocupar, os filhos são da "outra", hehehe.